5 histórias de grandes executivos que cometeram abusos em suas empresas

Informações adicionais

  • Gravata: Carlos Ghosn, da Renault-Nissan, une-se a um clube de executivos acusados de abusar de seus cargos



Da Bloomberg

O presidente do conselho de diretores da Nissan, Carlos Ghosn, preso no Japão por supostas violações financeiras e que enfrenta a possibilidade de perder seu emprego, parece prestes a se juntar ao infeliz clube de proeminentes executivos acusados de abusar de seus cargos altamente remunerados para obter ganhos pessoais.

Ele, que tem 64 anos, é acusado de subnotificar sua renda e fazer uso pessoal dos ativos da empresa, de acordo com um comunicado da Nissan. Ghosn ganhou status quase lendário na indústria automobilística, resgatando a Nissan do colapso e forjando uma aliança com a Renault e a Mitsubishi Motors.

Como os exemplos a seguir mostram, tais casos jurídicos raramente terminam bem para os executivos acusados:

Leia na íntegra no link https://bit.ly/2KlNyY6