Como os CEOs administram o tempo

Informações adicionais

  • Gravata: É surpreendentemente pouco o que sabemos sobre essa função. Embora o poder máximo nas empresas esteja nas mãos dos CEOs, eles enfrentam desafios e restrições que poucos percebem.

Comandar grandes empresas globais é extremamente complexo. O escopo do trabalho empresarial da organização é enorme: abrange as agendas funcionais e das unidades de negócio, vários níveis organizacionais e inúmeras questões externas. Envolve uma grande variedade de stakeholders — acionistas, clientes, funcionários, o conselho, a mídia, o governo, organizações comunitárias e muito mais. Diferentemente de outros executivos, o CEO precisa interagir com todos eles. E ser o reflexo da organização, interna e externamente, nos bons e nos maus momentos.

Obviamente os CEOs dispõem de muita ajuda e recursos. No entanto eles, mais que ninguém nas empresas, sofrem com a escassez aguda de um recurso: tempo. Esses executivos nunca têm tempo suficiente para cumprir todas as suas obrigações. Apesar disso, continuam a ser os responsáveis por todo o trabalho das organizações.

Leia o artigo completo da Harvard Business Review no link https://hbrbr.uol.com.br/eos-tempo/